Bom dia!

AAA! Como vai, elfo desconhecido(a)? Espero que bem! Bom, deixe que eu me apresente. Sou Bell e aqui falo de meus abacaxis, melancias e outras frutas -q Espero que gostem de minhas bobagens e miscelâneas ❤

Tags

Texto Poesias Playlists Nada a ver Tags Curiosidades Ninguém Etc

Essa coisa toda de amor adolescente.

20/09/2016 : 21:50 | 3 comments


KATCHAU!!! RELÂMPAGO MARQUINHOS APARECE NOVAMENTE! Como vão vocês? Eu vou bem, bem demais o/ Nessa semana eu simplesmente virei pra mim mesma e pensei "que vontade de postar no Folks". Acho que milagres acontecem, non é msm? "Você acredita em Deus? então você acredita em milagres. IURD TV." aelealkeaçlkeaçlkea Eu tenho estado bem feliz ultimamente, pois é. Algumas coisas aconteceram em minha viva (lê-se muitas), mas eu acho que, de certa forma, não mudei. Eu estou mais alta, meus dentes estão menos separados, meu rosto mais fino e minha bunda maior POIS É, MAIOR!, mas eu acho que no fundo ainda sou a mesma. Eu realmente estava me sentindo menos eu, menos piadista, menos louca 100% lucicreize, mas graças à vida essas dúvidas foram embora. Mesmo que eu mude, sempre serei eu mesma, não? Bem, hoje falarei sobre uma coisa que vem me incomodando muito: amor. É, é. Tenho ficado incomodada com isso. Como diriam aquelas postagens em blog que coloca título sensacionalista nas notícias: leia mais para descobrir o porquê!

Bem, ultimamente eu tenho me pegado pensando demais nessa coisa de gostar de alguém. Não é que eu esteja gostando de alguém, muito pelo contrário, não gosto de ninguém  e esse é o problema. É estranho, muito estranho, não sentir nada a mais por ninguém. Não é que eu não tente, não pense nisso, não problematize essa coisa tão comum. É só que sei lá, parece que nunca chega a pessoa certa.
Falando com meus amigos, colegas e afins, descobri que não sou a única nesse estado: quatorze anos nas costas e nada de amor, paixão, crush, nada. Eu até tenho um ou outro crush, mas são coisas de semana, mal olho pro garoto duas vezes e já penso "não, não, ele é um babaca". Tenho a mania de levar tudo muito à sério, então não sou do tipo de pessoa que realmente costuma ter crush. Eu acabo achando meio errado banalizar o gostar.
Parece estranho, mas sinceramente eu não gosto de ninguém há cerca de seis meses. Eu sou uma pessoa um tanto movida à paixões, confesso, mas nesses seis meses que se passaram eu não sei se o que mais me valeu foi a felicidade ou a carência extrema. Eu sentia — e sinto — que a qualquer momento posso pular no pescoço de algum boy ou girl na rua e gritar "ME AME, ME LEVA PRA CASA, SOU TUA!"



Não, eu não vou fazer isso, mas dá uma vontadezinha que s.o.s

Nestes últimos meses eu tenho jogado RPG, ido bem na escola e ficado feliz com meus amigos (com algumas exceções BAIANAS E CHATAS que agora me fazem feliz de novo). Eu já não sei se não gostar de ninguém é algo desesperante ou simplesmente uma benção que meu cérebro me concedeu. Às vezes, confesso, fico sonhando com os garotos que acabei idealizando. Faço isso por carência mesmo, e sei lá, dá uma dorzinha no kokoro saber que apesar disso eu simplesmente não gosto de ninguém.
E afinal: adolescentes precisam demais de amor, ou sou só eu que preciso?
É estranho pensar nisso, mas tenho 14 anos, 14 fucking anos. Sinto que estou no auge da minha adolescência, e talvez no auge de minha carência, então talvez todo esse bug amoroso só envolva eu e meus hormônios à flor da pele.

Este, como muitos outros, foi mais um post sem pé nem cabeça o/ Ele adicionou alguma coisa à vida de alguém? Não. Talvez eu o edite depois para colocar alguns questionamentos mais profundo, MAS EU QUERO TANTO POSTAR. Espero que gostem, e me desculpe pra quem ler antes da edição -qqqqq Beijos, até algum dia o/

Marcadores: ,



3 Comentários:

20/09/2016 22:17
Blogger cimo disse...

teste comentário

02/10/2016 03:17
Blogger -Jacke ♡ disse...

Oe iza papel, finalmente né querida resolveu dar as caras; but; não posso falar nada ;-;
Isso é algo comum pra mim, em 14 anos da minha vida eu também não me apaixonei por ninguém, absolutamente ninguém, até teve uma coisinha mas não é algo que eu chame de amor, agora em meus 15 anos eu sinto algo por alguém e é um sentimento que cresce a cada dia, É UMA MERDA, mas é bom se permitir sentir mesmo que seja algo passageiro. Também é um tanto quanto estranho, todas as minhas amigas namoram e eu nem ao menos gosto de verdade de alguém, depois de tanto tempo me angustiando com isso notei que é algo normal, cada um tem o seu tempo! Mas com toda a certeza do mundo eu digo, você só se fode quando vira adolescente, a carência aumenta, é um turbilhão de sentimentos a bad então nem se fala. É normal cara, espera, quando você achar a pessoa certa vai acontecer naturalmente, eu por exemplo, precisei mudar de escola pra gostar de alguém e ainda foi alguém que entrou naquele inferno no meio do ano e parando pra pensar é a pessoa mais improvável, eu fico sofrendo igual trouxa porque as mina lá da escola tudo começaram a notar a existência dele -_- gostar de alguém é ruim e bom ao mesmo tempo, porque você fica ansiosa pra ver a pessoa e desesperada quando a pessoa estar por perto, nem vou comentar quando o serumaninho fala contigo, o coração parece que para, ou você não consegue formar nenhuma linha da raciocínio e vive esquecendo o que ia dizer ou diz coisas básicas como (é, vdd, legal, hm, -nada que passe de uma palavra-) TERRÍVEL
Seria tão bom se você voltasse com o blog de vez mas você sempre fica no bota blog, tira blog, joga blog no chão .q Eu tô tentando voltar com o meu tem quase um mês, tô esperando as minhas provas acabarem e tals.
discupa esse comentário meio blé
Tiau monamu, espero que você fique por aqui de novo <3

23/12/2016 17:40
Blogger sof(r)ia disse...

oi tudo bom? você vem sempre por aqui? (NÃO NÉ) nossa maluco, depois dessa postagem ter sido feita a vários meses aqui estou, e já me atingiu como um tiro. Quase 16 anos na cara e eu cintinuo fazendo cara de nojo quando vejo casal por perto. A verdade é que eu tenho inveja. Tanta gente namorando, com 1001 contatinhos e eu aqui na seca, zika, zero. Quando se assiste romances a gente só falta morrer né, e nesse último ano eu tinha assumido a minha personalidade aquariana (sem coração) e abominava a presença mascula. Mas eis que no meio do ano surgiu um loiro que mudou tudo. O impossível aconteceu e ele me notou, estávamos tendo semanas incríveis, até que um dia eu bebi e abri o jogo todo pra ele. No final deu ruim, mas isso me fez pensar muitão e percebi que eu idealizava esse negócio de "crush". Percebi que a presença dele e a amizade valia muito mais e duraria muito mais que qualquer beijo na boca. Ele me apresentou os amigos dele e agora estou na melhor gangue (rs) ever.
Com essa confusão eu quero dizer que às vezes você está confundindo tudo e não queria realmente um amor. Mas é difícil saber, então o jeito é arriscar e (quem sabe) quebrar a cara.
Pra você se apegar num maluco por aí, busca a amizade primeiro, que o que tiver que vir, vem depois.
bzus, feliz natal

Postar um comentário

Copyright © 2016 - BP.